Jogger Hybrid, um campeão Dacia

Tinha grande curiosidade em testar o Dacia Jogger Hybrid e a impressão da experiência dificilmente podia ser melhor. Uma média de 5,2 l/100 em...

Renegade 4xe, compromisso Jeep

O eletrificado Renegade 4Xe com 240cv e caixa automática confirma a ideia de que a função tem um preço. Tração integral é outra coisa...

GR86, Toyota para guardar

A venda limitada a dois anos faz do Toyota GR 86 um desportivo especial. Tal como o GT86 que eleva ao superlativo, traz a...

BMW 320d Touring ainda tentadora

A BMW continua a não dispensar o Diesel mesmo considerando incortornável o caminho da eletrificação. Ainda há clientes e nem custa perceber a razão...

Toyota bZ4X bem feito e guloso

Pioneira da eletrificação automóvel através dos híbridos, a Toyota só agora chegou aos cem por cento elétricos e, para mim, a surpresa é que...

BMW M235i xDrive, memória futura

O motor 2.0 mais potente de sempre da BMW, 306cv, no mais pequeno dos Grand Coupé, passagem pelo departamento M, tração integral e aí...

Mitsubishi ASX MHEV menos Captur

A única diferença importante entre o Mitsubishi ASX e o Renault Captur é a motorização Mild Hybrid no SUV japonês, sustentada na solução de...

Dacia Jogger, primeiro a função

Se considerarmos que o lado prático e o preço são tudo na escolha de um automóvel com sete lugares, é difícil penalizar o Dacia...

Corolla Cross na tradição Toyota

É o oitavo SUV da Toyota e recebe a importante designação Corolla Cross. Do carro mais vendido no mundo do mundo herda a plataforma...

Renault Austral MH marca pontos

Depois da excelente impressão causada pela condução do Renault Austral E-Tech, tinha grande curiosidade em conduzir o Mild Hybrid, solução da qual nem sou...

RECOMENDADAS